Buscar
  • Kadimah

Winona Ryder: Mel Gibson me perguntou se eu era uma 'fugitiva do forno'

Atriz se abre sobre sua experiência com o antissemitismo em Hollywood, relatando que produtor judeu dizendo que ela parecia "muito judia" para um papel


A atriz Winona Ryder disse que foi preterida para um papel no cinema porque o diretor do estúdio achou que ela parecia "muito judia" e Mel Gibson certa vez perguntou a ela se ela era uma "fugitiva do forno". Ryder falou sobre suas experiências com o antissemitismo em Hollywood como parte de uma ampla entrevista publicada no Sunday Times, com sede em Londres. "Havia um filme que eu participava há muito tempo, era uma peça de época, e o diretor do estúdio, que era judeu, disse que eu parecia 'judia demais' para pertencer a uma família de sangue azul", disse Ryder . O incidente com Gibson, em uma festa em 1995, foi  relatado pela primeira vez em uma entrevista na GQ em 2010.

Ryder disse que quando algo surgiu na conversa sobre judeus, o ator-diretor disse: “Você não é um fugitiva do forno ?" - uma referência aos fornos que cremavam os corpos dos presos nos campos de extermínio nazistas.

Ela acrescentou que Gibson mais tarde tentou se desculpar pela observação. Ryder nasceu Winona Lauren Horowitz em Winona, Minnesota.

Falando em seu judaísmo, Ryder disse que “não é religiosa, mas eu me identifico.

É difícil falar sobre isso porque eu tinha uma família que morreu nos campos, então eu sempre fui preocupada com esse tempo. ” Ela também disse: “Há momentos em que as pessoas dizem:

'Espere, você é judeu? Mas você é tão bonita! '”

Ryder apareceu recentemente na minissérie da HBO "The Plot Against America", baseada no romance de Philip Roth.

476 visualizações0 comentário
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação