Buscar
  • Kadimah

Turquia nomeia embaixador em Israel após pausa de 2 anos

Ufuk Ulutas, presidente do Centro de Pesquisa Estratégica do Ministério das Relações Exteriores da Turquia, que possui pontos de vista altamente pró-palestinos, assumirá o cargo.



A Turquia nomeou um enviado a Israel após dois anos de relações cada vez mais difíceis. Ufuk Ulutas, presidente do Centro de Pesquisa Estratégica do Ministério das Relações Exteriores da Turquia, assumirá a função.


Diz-se que Ulutas tem opiniões altamente pró-palestinas. Ele também é descrito como um defensor ferrenho do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que tem se posicionado como o campeão da causa palestina.

A designação foi projetada como uma forma de apaziguar a nova administração do presidente eleito dos EUA, Joe Biden, que sinalizou sua disposição de confrontar Erdogan.

Hakan Fidan, chefe da Organização Nacional de Inteligência da Turquia, recentemente manteve conversações secretas com Israel , sendo a reaproximação um dos assuntos discutidos.

A

A Turquia foi o primeiro país de maioria muçulmana a reconhecer o estado judeu em 1949, inaugurando décadas de cooperação e amizade.

No entanto, os laços entre os dois países azedaram cada vez mais na última década, quando Erdogan repetidamente se manifestou em apoio ao grupo terrorista Hamas.


Em 2018, os dois países expulsaram os embaixadores um do outro, enquanto Erdogan atacava os EUA sobre a transferência de sua embaixada de Israel para Jerusalém.

Fonte Israel hayom

79 visualizações0 comentário
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação