Buscar
  • Kadimah

Sinagoga de Beirute renovada após a explosão do porto, mas provavelmente nenhum judeu oraria lá

Restaurada a Sinagoga Maghen Abraham, mas especialista diz que cerca de 30 judeus ainda no país 'temem por seu destino'




A Sinagoga Maghen Abraham de Beirute foi reformada após ser danificada pela catastrófica explosão do porto neste verão na capital libanesa, mas os poucos judeus que permaneceram no país estão supostamente com medo de orar nela.


As reformas foram pagas por doadores judeus no exterior e pela empresa de desenvolvimento Solidere, fundada pelo falecido primeiro-ministro libanês Rafik Hariri, de acordo com uma reportagem da televisão libanesa que também foi exibida no noticiário do Canal 12 de Israel na quarta-feira.


De acordo com Nagi Georges Zeidan, especialista na minúscula comunidade judaica do Líbano, restam apenas 29 judeus no país.

A reportagem da TV disse que não há vida comunitária e que as orações não são realizadas na sinagoga no Shabat.

A comunidade era numerada em poucas centenas na década de 1970 e, desde então, diminuiu para apenas algumas dezenas, no máximo.


“Desde que eles sequestraram nove judeus em 1985 , os executaram e seu local de sepultamento não é conhecido, todo judeu no Líbano começou a temer por seu destino. Essa é a verdade ”, disse Zeidan à TV libanesa.


A sinagoga parecia ter sofrido apenas pequenos danos na explosão de agosto no porto de Beirute, que matou mais de 200 e feriu milhares, deixando grandes partes da cidade devastadas.


Uma imagem na página do Facebook de um grupo chamado Conselho da Comunidade Judaica Libanesa mostrou alguns destroços e poeira no chão da sinagoga e em folhas de plástico cobrindo os bancos. As paredes não apresentavam rachaduras e não estava claro se as janelas de vidro estavam quebradas, mas as molduras pareciam estar no lugar.

Fotos do interior da sinagoga compartilhadas pelo grupo em novembro mostraram danos aparentes no interior do prédio. O grupo disse que as reformas continuavam.

Fonte Times of Israel

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação