Buscar
  • Kadimah

Pandemia vai custar a Israel bilhões de dólares

O Ministério das Finanças estimou segunda-feira que os danos à economia de Israel causados ​​pela pandemia de coronavírus chegarão a 45 bilhões de NIS (US $ 12 bilhões) e acabarão com qualquer crescimento projetado, já que a indústria israelense é interrompida quase que totalmente pelos esforços para manter a doença de se espalhar.


O produto interno bruto de Israel deve cair em US $ 6,6 bilhões, disse a economista-chefe do Ministério das Finanças, Shira Greenberg, depois que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu anunciou novas restrições para conter o surto de vírus.

Além disso, os eventos globais relacionados ao vírus devem causar outros 20 bilhões de NIS (US $ 5,3 bilhões) em perdas para as empresas israelenses, disse Greenberg.


Na segunda-feira, o governo ordenou que todos os negócios com mais de 10 pessoas reduzissem em 70% a equipe em exercício e colocassem o setor público em situação de emergência, acrescentando medidas que já haviam reduzido a maior parte da economia de Israel.


As restrições ampliadas vieram depois que o Ministério da Saúde manifestou apoio a um bloqueio total do país. Os funcionários do Tesouro, por outro lado, se opuseram fortemente a um fechamento total.


Ao alertar que atualmente existe uma grande incerteza em relação ao impacto futuro da pandemia no mercado global, Greenberg disse que o crescimento da economia de Israel deve cair em 3%, interrompendo o crescimento econômico em 2020.

Fonte: The Times os Israel

10 visualizações0 comentário
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação