Buscar
  • Kadimah

Julgamento de Netanyahu adiado devido a medidas emergenciais de coronavírus


JERUSALÉM (JTA) - O julgamento criminal do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu será adiado para maio devido a medidas emergenciais tomadas para combater o coronavírus.

O julgamento estava programado para ser aberto na terça-feira, diante de um painel de três juízes do Tribunal Distrital de Jerusalém. A nova data do julgamento foi marcada para 24 de maio.


Na noite de sábado, Netanyahu proibiu todas as atividades de lazer em Israel e proibiu todas as reuniões de mais de 10 pessoas. Mais tarde na noite de sábado, o ministro da Justiça Amir Ohana colocou os tribunais do país em um "estado de emergência" por causa do vírus, levando ao adiamento do julgamento de Netanyahu, informou a Ynet . Apenas casos urgentes serão ouvidos, segundo o Correio de Jerusalém.


O Movimento das ONGs pelo Governo da Qualidade entrou com uma ação no domingo pela manhã para bloquear o adiamento e solicitou que o procurador-geral Avichai Mandelblit congelasse a ordem de emergência. O processo observou que Ohana é um ministro interino em um governo interino.

Fonte : The New York Jewish Week

3 visualizações0 comentário
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação