Buscar
  • Kadimah

Hackers aproveitam coronavírus para atacar

Os hackers de elite tentaram invadir a Organização Mundial de Saúde no início deste mês,segundo um alto funcionário da agência e que disse ser um aumento de mais de duas vezes nos ataques cibernéticos.

O diretor de segurança da informação da OMS, Flavio Aggio, disse que a identidade dos hackers não é clara e que o esforço não teve sucesso.


Mas ele alertou que as tentativas de hackers contra a agência e seus parceiros dispararam enquanto lutavam para conter o coronavírus, que está matando pessoas em todo o mundo.

Não se sabe quem era o responsável, mas duas outras fontes informadas suspeitaram de um grupo avançado de hackers conhecido como DarkHotel, que realiza operações de espionagem cibernética desde pelo menos 2007.


E funcionários do governo nos Estados Unidos, Grã-Bretanha e outros países emitiram avisos de segurança cibernética sobre os perigos de uma força de trabalho remota, à medida que as pessoas se dispersam em suas casas para trabalhar e estudar devido à pandemia de coronavírus.


Em momentos como este, qualquer informação sobre curas, testes ou vacinas relacionadas ao coronavírus não tem preço e é a prioridade de qualquer organização de inteligência de um país afetado.


Autoridades e especialistas em segurança cibernética alertaram que hackers de todas as faixas buscam capitalizar as preocupações internacionais sobre a disseminação do coronavírus.


Milhares de sites com temas de coronavírus sendo criados diariamente, muitos deles obviamente maliciosos. São cerca de 2.000 por dia.

Todo cuidado é pouco.

Fonte : Israel Hayom


29 visualizações0 comentário
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação