Buscar
  • Kadimah

Federação promoveu Ato de Yom Hashoá


“Meus queridos jovens, a palavra de ordem é continuidade, esse é nosso apelo como sobreviventes”, afirmou Tomas Venetianer, presidente da Sherit Hapleitá e sobrevivente do holocausto.




A Federação Israelita do Estado de São Paulo promoveu no último dia 20 de abril, o Ato Central da Comunidade Judaica de SP de Yom Hashoá, com o intuito de homenagear os sobreviventes e os milhões de judeus assassinados durante o do Holocausto.


O Ato contou com a mediação de Rudi Solon. Na abertura, houve intervenções musicais do chazan Ale Edelstein e toque do Shofar entoado por Enio Lewinski, David Nusbaum e Luiz Gross.


“Hoje é um evento diferente, todos em suas próprias residências.


A impressão que temos é que hoje é uma lembrança às 6 milhões de vítimas que nos deixaram apenas pelas suas simples condições judaicas.

Também queremos reforçar o chamamento ao compromisso da responsabilidade”, salientou o presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Luiz Kignel.


Em sua fala, o presidente dos conselhos do Hospital Israelita Albert Einstein e da Conib, Claudio Lottenberg, afirmou: “Se nós estamos reunidos, mesmo que virtualmente, é porque nós não podemos nos permitir a nós mesmo e a quem quer que seja, esquecer aquilo que se passou há algumas décadas atrás.”


“Nós temos hoje o Estado de Israel, um Estado forte e temos também a liberdade e a democracia, que são nosso apoio e pelo qual vale a pena lutar. Vamos seguir unidos e vamos seguir atentos”, continuou o presidente da Conib, Fernando Lottenberg.


Durante o ato, foi instruído que os web-espectadores usassem kipot, postassem fotos nas redes sociais com a hashtag #LuzesPelaShoá e acendessem velas, para lembrar os 6 milhões de judeus assassinados.


Para acender as velas do Ato foram convidados a presidente da Unibes, Denise Antão; Elisa Nigri, diretora de juventude da Fisesp; Daniel Bialski, presidente da A Hebraica de São Paulo; rabino Toive Weitman; Camila Crespin, do Conselho Juvenil do Judaico Sionista do Estado de São Paulo; e o Presidente do Fundo Comunitário, Abrão Lowenthal.


Em seu discurso, o Cônsul Geral de Israel em São Paulo Alon Lavi disse: “Todos nós nos abraçamos neste momento e fazemos isso com profunda apreciação e amor. Que lembremos juntos que lutamos contra o antissemitismo, contra o ódio e só juntos, vamos lembrar e conseguir vencer esta luta”.



A cerimônia ocorreu em parceria com o Conselho Juvenil Judaico Sionista do Estado de São Paulo, Hospital Israelita Albert Einstein, Unibes, Assossiação Brasileira A Hebraica de São Paulo, Sherit Hapleitá – Associação dos sobreviventes do nazismo no Brasil, Consulado Geral de Israel em São Paulo, Colégio Renascença, Taglit Brasil, Agência Judaica, Fundo Comunitário, Templo Beth el, Comunidade Shalom e Congregação Israelita Paulista.

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação