Buscar
  • Kadimah

𝗧ecnologia de Mapeamento do Coronavirus em Israel

Israel defende firmemente a tese que o controle da epidemia Corona, se dará através do isolamento das pessoas. Os cientistas israelenses desenvolveram uma estrutura para monitorar, identificar e prever as novas zonas de disseminação do coronavírus no país. O método, desenvolvido em conjunto com pesquisadores do Instituto Weizmann, da Universidade Hebraica de Jerusalém e dos Serviços de Saúde Clalit - e em coordenação com o Ministério da Saúde de Israel - é baseado em pesquisas de toda a população, análise de dados e mapeamento regional. Os questionários foram respondidos por cerca de 60.000 israelenses até agora. As pesquisas anônimas acompanham o desenvolvimento de sintomas induzidos por vírus em um bairro, e os resultados são analisados com algoritmos de 𝗕𝗶𝗴 𝗗𝗮𝘁𝗮 e inteligência artificial para implementar o 𝗺𝗮𝗽𝗲𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼. Esse mapeamento, preciso no nível de vizinhança, pode permitir às autoridades de saúde se concentrarem nas áreas em que está previsto um surto e disseminação do vírus - ao mesmo tempo em que facilitam as medidas nas áreas onde não é esperado um surto. No entanto, os testes e questionários nunca podem cobrir toda a população, devido a restrições logísticas e econômicas. Então o sistema também gera curvas de tendências. "Mas acreditamos que nosso método pode fornecer ao Ministério da Saúde uma ferramenta estratégica para enfrentar a crise" disse o Professor Eran Segal, biologista computacional do Weizman Institute e líder deste projeto piloto. Gabriel Eigner / site Dicas em Israel


23 visualizações0 comentário
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação