Buscar

Contra a erosão da democracia 2.000 protestam em tempos de coronavírus

Os organizadores disseram que cerca de 2.000 manifestantes se reuniram na noite de quinta-feira na Praça Habima, em Tel Aviv, para protestar contra o que descrevem como a erosão da democracia israelense sob a liderança do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, em meio à pandemia de coronavírus.


Os manifestantes, que disseram manter distância de dois metros um do outro, de acordo com as regras de distanciamento social, agitavam bandeiras negras, como fizeram em ocasiões anteriores no mês passado.


"Os cidadãos de Israel estão provando hoje que a democracia israelense se recusa a ser submetida a um golpe sob o pretexto do coronavírus", disse um organizador.


Entre os manifestantes estava o líder do partido Meretz, Nitzan Horowitz, que twittou uma foto sua entre a multidão socialmente distanciada, usando uma máscara facial.


O nome do movimento de "bandeira negra" veio de manifestantes colocando bandeiras negras em seus veículos para simbolizar o que eles acreditam ser um perigo para a democracia de Israel representada pelo regime de Netanyahu.

Fonte - Times of Israel


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
banner-2021.png
Image by True Agency

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação

© Revista Kadimah 2022  - Todos os direitos reservados

CNPJ  14.457.502/0001-50 

Endereço: Rua Aimbere, n. 387 - São Paulo - SP 

Fale conosco:  (11) 98541-2971   Segunda a sexta, 9h às 18h

Conheça nossas Formas de Pagamento

2.png

Siga-nos nas Redes Sociais

  • Whatsapp
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco