Buscar
  • Kadimah

A próxima tempestade: Ministro dos serviços religiosos preparando uma reforma de conversão

O Ministro dos Serviços Religiosos Matan Kahana realizou uma série de consultas nos últimos dias em preparação para a redação do que será um projeto de lei de conversão nacional. Qualquer proposta que reconheça conversões não ortodoxas provavelmente encontrará forte objeção dos Haredi.

Por Hanan Greenwood



Na esteira de uma recente proposta para reformar o sistema de certificação de cashrut , que gerou alvoroço no Rabinato Chefe e no público Haredi, o Ministro dos Serviços Religiosos Matan Kahana está agora promovendo uma reforma de conversão que provavelmente agradará a elementos não ortodoxos e irritará os membros Haredi de Knesset e rabinos.


Kahana realizou uma série de consultas nos últimos dias em preparação para a redação do que será um projeto de lei de conversão nacional, incluindo reuniões com os rabinos-chefes.

O Rabino Chefe Ashkenazi David Lau supostamente pediu para se encontrar com Kahana para apresentar seus pontos de vista e enfatizar suas prioridades sobre o assunto.

Quanto ao Rabino Chefe Sefardita Yitzhak Yosef, que ficou indignado com as reformas propostas na cashrut e publicou uma carta contundente na semana passada junto com outros membros do Conselho do Rabinato Chefe, as chances de ele concordar em se encontrar com Kahana para discutir qualquer proposta de reforma de conversão são mínimas. .


Nas próximas semanas, entretanto, Kahana também deve se encontrar com rabinos do setor religioso nacional, bem como com o ex-ministro da Justiça, Moshe Nissim.

Em 2018, Nissim propôs um esboço de reforma de conversão que recomendava o estabelecimento de uma nova autoridade de conversão fora da jurisdição do Rabinato Chefe, que reconheceria conversões liberais ou não ortodoxas realizadas no exterior.

O esboço apresentado por Nissim, no entanto, que recebeu sinal verde do então primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, foi enterrado devido à pressão dos haredi.

Kahana também deve se reunir com os funcionários de conversão atuais antes de redigir e apresentar seu esboço, na esperança de obter o maior apoio possível.

Autoridades próximas a Kahana dizem que ele é guiado pelo princípio de preservar a conversão de acordo com a Halachá (Lei Judaica), por um profundo e verdadeiro cuidado com o futuro do povo judeu.

Ainda não se conhecem muitos detalhes sobre a pretendida reforma de conversão de Kahana, embora seja razoável supor que também enfrentará fortes reações por parte dos Haredi MKs.

Reformas de conversão foram tentadas no passado, incluindo permitir que os rabinos principais municipais estabeleçam suas próprias autoridades locais de conversão.

No entanto, todos foram arquivados devido à pressão dos Haredi.

Agora, ao que parece, Kahana está tentando reabrir o barril de pólvora e resolver a questão de uma vez por todas.

Fonte IsraelHayom

248 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
banner-2021.png
Image by True Agency

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação