Buscar
  • Kadimah

8 de Maio: 75 Anos do Dia da Vitoria - Significado Judaico

por Israel Blajberg (*)




8 de maio de 1945, o Dia da Vitoria Aliada na Europa, representou um marco relevante na longa e milenar historia do Povo de Israel.

Ao comemorar os 75 anos desta data, nossos sentimentos são relativamente conflitantes.

Se por um lado o triunfo sobre a Alemanha nazista representou realmente um marco relevante, por outro, o custo para os judeus foi altíssimo, 6 milhões de mártires inocentes foram sacrificados Al Kiddush haShem (pelo Santificado Nome), até que esse dia chegasse.

Vitória para a qual lutaram bravamente 1,5 milhão de soldados judeus das 19 Nações Aliadas, inclusive brasileiros.


O fim da 2ª Guerra Mundial impediu que se consumasse a terrível resolução da Conferencia de Wansee, aos 20 de janeiro de 1942 em Berlin, onde mentes doentias definiram um macabro protocolo para deportar e assassinar 11 milhões de judeus na Europa.

Lamentavelmente perderam-se 6 milhões de vidas preciosas, inocentes, mas culpados de serem judeus.

Crime hediondo que hoje encontra negacionistas nos antissemitas universais. Pereceram no Holocausto 1,5 milhão de crianças.

Quantas poderiam ter dado ao mundo mais beleza, mais ciência, mais saúde?


O Brasil, unico pais latino-americano que participou da 2ª Guerra Mundial, como uma das 19 Nações Aliadas enviou tropas para a Europa.

Centenas de nossos bravos soldados, marinheiros e aviadores fizeram o sacrifício supremo da própria vida na luta para ajudar a libertar o mundo do nazi-fascismo.

Hitler pretendeu se vingar de uma nação pacífica e ainda rual, lançando uma blitz submarina no litoral brasileiro, com o torpedeamento de mais de 30 navios mercantes, o sacrifício de 1 milhar de preciosas vidas de brasileiros inocentes.

Quando o Brasil se viu envolvido na guerra, desde a primeira hora a comunidade judaica se uniu para defender o país da agressão, com a doação de um avião, e a participação dos judeus na defesa nacional, amplamente documentada no livro SOLDADOS QUE VIERAM DE LONGE - Os 42 heróis brasileiros judeus da Segunda Guerra Mundial.

Ate então a participação de combatentes brasileiros judeus durante a guerra fora pouco conhecida, muitos dos quais agraciados com medalhas de valor militar.


Os mil anos do Reich não passaram de 11 dolorosos anos para a Humanidade, até ser destruído, em Stalingrado, Bir Hakim,Tobruk, no Levante do Gueto de Varsóvia, nas praias do Dia D, e na Italia onde lutou a FEB, de Montese a Monte Castello, de La Serra a Fornovo.

Hoje o mundo parece sofrer de uma amnésia coletiva e seletiva no que diz respeito a acontecimentos não tão distantes, como os aqui tratados.

Faz-se mister combater toda e qualquer manifestação de intolerância, como o neonazismo, o terrorismo fundamentalista, e falácias como a negação do Holocausto.

Transcorridos 75 anos da Vitória, esta data tão significativa deve estar sempre na lembrança dos povos, como um farol da luta pela liberdade e democracia.


(*) iblajberg@poli.ufrj.br

55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação