Buscar
  • Kadimah

39° Festival Carmel reunirá mais de dois mil dançarinos de três países na Hebraica

De 13 a 15 de dezembro, a Hebraica será mais uma vez a sede da dança e da cultura

judaica, com a realização do Festival Carmel, o maior encontro do gênero na América

do Sul.


Com o tema Herança, o Festival receberá 85 grupos, entre brasileiros, argentinos e

israelenses, reunindo dois mil dançarinos convivendo por mais de 60 horas seguidas.

Entre as atrações, os grupos de Tibérias. Hedera e Karmiel, com 60 bailarinos trazendo

as coreografias mais aplaudidas pelo público de Israel.


Os vários shows, que ocuparão os espaços da Hebraica dia e noite, reunirão dançarinos

de todas as idades. No maior palco de dança do País, com 28 metros de cena aberta,

acontecem os shows principais: no sábado, às 20h, com o tema Emshech

(Continuidade, em hebraico) e no domingo, também às 20h, o show final Ierusha

(Herança, em hebraico).


“O Festival Carmel é uma injeção de identidade a cada ano na comunidade, reunindo

não só a Dança, mas o clube como um todo. O Festival é um grito à união: a alma

judaica estremece, vibra e se eleva”, diz Gaby Milevsky, CEO da Hebraica e diretor

geral do Carmel.


A programação completa (acesse http://www.ahebraica.org.br/festival-carmel-heranca/ )

ocupará os espaços da Hebraica dia e noite com apresentações infanto-juvenis,

harkadot (típicas em Israel), shuk Carmel (mercado), workshops de dança, entre eles o

de danças circulares, sob a direção do coreógrafo israelense Yuval Tabashi. Além de

uma festa de congraçamento à moda brasileira, unindo a diversidade de culturas

regionais.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
banner-2021.png

Seja um Patrono Kadimah

Apoie a Revista Kadimah e fortaleça mais ainda a publicação